O que é protensão?

24/01/2023 | Blog | 0 Comentários

Ao longo dos anos a engenharia evoluiu com o objetivo de alcançar novos patamares. A criação da técnica de concreto protendido é um grande exemplo dessa evolução que, ao longo dos anos vem proporcionando projetos mais inovadores e sustentáveis.
A protensão permite a construção de grandes vãos, estruturas mais leves e esbeltas, pontes, viadutos, estacionamentos com menos pilares e maior área de manobra, dentre diversas outras possibilidades.

De forma simplificada e resumida, o sistema de concreto protendido é uma técnica que tem como objetivo aumentar a resistência do elemento estrutural às tensões de tração exercidas sobre ele. Para isso, são aplicadas tensões internas na estrutura com sentido oposto ao sentido dos carregamentos verticais.

A base do sistema de protensão é o correto posicionamento de cabos de aço dentro da estrutura, que são tracionados, dentro do seu limite elástico, por meio de macacos hidráulicos até atingir a força que foi determinada em projeto. A aplicação das trações nos cabos pode ser feita por meio da pré-tração ou pós-tração.

Tipos de protensão

A pré-tração (ou pré-tensão) é comummente utilizada em estruturas pré-fabricadas, com o aço tracionado antes da concretagem. O processo, nesse caso, consiste em tensionar os cabos nas pistas até a pressão desejada. Com os cabos já tracionados, o concreto é lançado sobre a peça. Após o concreto atingir a resistência desejada, os cabos são cortados.

A pós-tração (ou pós-tensão) é o método mais utilizado em obras variadas. Nesse caso, o concreto já está em um determinado nível de cura quando os cabos são tensionados. A tração da estrutura ocorre antes que ela receba as cargas para as quais foi projetada.

Além da pré e pós tensão, o sistema de concreto protendido também pode ser utilizado de forma aderente e não aderente.
Na pós-tensão aderente a armadura de protensão é colocada no interior de bainhas que a isolam do concreto, seguindo elevações pré-estabelecidas em projeto. Após o concreto atingir a resistência desejada, os cabos são tracionados e ancorados nas extremidades da peça, criando aderência com o concreto de modo permanente e por meio de injeção posterior da calda de cimento nas bainhas.

Utilização

Nos últimos anos a execução de obras em concreto protendido tem aumentado consideravelmente. Em 2021 houve um crescimento próximo de 100% na utilização da técnica em projetos pelo Brasil.

Sua utilização se tornou cada vez mais comum em projetos de diversos perfis, desde a construção de pisos para galpões, passando pelas pontes e viadutos, até o uso em edifícios residenciais e comerciais, não deixando de lado as casas com arquitetura contemporânea e diferenciada.

Diante disso, é natural dizer que a protensão é uma tecnologia inteligente, estável e segura, que pode atender projetos estruturais com uma boa relação custo-benefício, sustentabilidade, economia e inovação.